top of page

Menos Estresse, Menos Metano

Atualizado: há 6 dias


Meditação

A emissão de metano por vacas é uma preocupação ambiental significativa, devido à contribuição deste gás para o efeito estufa. Estudos recentes realizados por pesquisadores da Embrapa Gado de Leite e da UFJF indicam que vacas com comportamento mais calmo emitem menos metano. Esta descoberta pode trazer mudanças relevantes para a gestão de rebanhos, com impactos positivos tanto para a produção leiteira quanto para a sustentabilidade ambiental.


Metano e a Pecuária

O metano (CH4) é um potente gás de efeito estufa e, na pecuária, a fermentação entérica é a principal fonte desse metano, resultante da digestão de alimentos pelas vacas. Reduzir as emissões de metano é crucial para mitigar as mudanças climáticas.


Comportamento das Vacas e Emissões de Metano

Pesquisas recentes mostraram que vacas mais calmas tendem a emitir menos metano. Isso pode estar relacionado a diversos fatores, incluindo:


  • Redução do Estresse: Vacas menos estressadas têm processos digestivos mais eficientes, o que pode reduzir a produção de metano.

  • Eficiência Alimentar: Vacas calmas podem ter um melhor aproveitamento dos nutrientes, diminuindo a quantidade de fermentação necessária e, consequentemente, a produção de metano.

  • Menor Atividade Física: Animais mais tranquilos gastam menos energia, o que pode resultar em menor produção de metano.


Estudos e Evidências

Estudos conduzidos em diversas partes do mundo reforçam a conexão entre o temperamento das vacas e suas emissões de metano. Pesquisas realizadas com diferentes raças e em distintas condições ambientais mostraram resultados consistentes. Através de observações comportamentais e medições diretas de emissões, os cientistas conseguiram correlacionar o temperamento dos animais com a quantidade de metano emitida.


Implicações Práticas para a Pecuária

A descoberta de que vacas mais calmas emitem menos metano pode levar a mudanças significativas na gestão dos rebanhos. Algumas práticas sugeridas incluem:


  • Seleção Genética: Criadores podem selecionar animais com temperamentos mais calmos para reprodução, promovendo características desejáveis em toda a manada.

  • Manejo Ambiental : Ambientes menos estressantes, com melhores condições de alojamento e manejo, podem contribuir para o bem-estar animal e a redução de estresse.

  • Treinamento e Manuseio: Treinamento de funcionários para manejo calmo e eficiente dos animais pode reduzir o estresse e melhorar o comportamento das vacas.


Benefícios para a Produção e Sustentabilidade

A adoção de práticas que promovem a calma nos animais pode trazer diversos benefícios:


  • Aumento da Produção: Vacas menos estressadas tendem a ter maior produção de leite e melhor saúde geral.

  • Sustentabilidade Ambiental: Redução de emissões de metano contribui diretamente para a mitigação das mudanças climáticas.

  • Bem-Estar Animal: Promover o bem-estar dos animais é um valor crescente na pecuária moderna, alinhando-se com as expectativas de consumidores e regulamentações.


Conclusão

A relação entre o comportamento das vacas e a emissão de metano oferece uma oportunidade única para a pecuária sustentável. Com estratégias adequadas, é possível melhorar a eficiência da produção, o bem-estar animal e reduzir o impacto ambiental. A adoção de práticas que promovam a calma nos animais pode se tornar um pilar fundamental na busca por uma pecuária mais eficiente.


Referências

Revista Leite Integral: [Vacas mais calmas emitem menos metano; por Mariana Magalhães Campos, Maria Guilhermina Pedroza e Aline Cristina Sant'Anna](https://www.revistaleiteintegral.com.br/noticia/vacas-mais-calmas-emitem-menos-metano)


PEDROZA, M. G. M., CAMPOS, M. M., PEREIRA, L. G. R., MACHADO, F. S., TOMICH, T. R., COSTA, M. J. R. P., SANT ANNA, A. C. Consistency of temperament traits and their relationships with milk yield in lactating primiparous F1 Holstein - Gyr cows. In: Applied Animal Behaviour Science, v. 222, 104881, 2020.

PEDROZA, M. G. M., CAMPOS, M. M., SACRAMENTO, J. P., PEREIRA, L. G. R., MACHADO, F. S., TOMICH, T. R., COSTA, M. J. R. P., SANT´ANNA, A. C. Are dairy cows with a more reactive temperament less efficient in energetic metabolism and do they produce more enteric methane? In: Animal, v. 15, n. 6, p. 100224, 2021.


Este artigo apresenta uma análise abrangente do tema, destacando a importância de novas abordagens na gestão pecuária para promover sustentabilidade e eficiência.


 

Conheça o BEA Score - Acesse sem custos pelo Projeto Despertar Regenerativo!


O BEA Score é uma ferramenta inovadora desenvolvida pela ESGpec para avaliar o bem-estar animal nas propriedades rurais. Com o BEA Score, é possível diagnosticar o status atual e identificar caminhos para melhorar o bem-estar dos animais, garantindo que as práticas adotadas estejam alinhadas com os mais altos padrões de sustentabilidade e ética.


Como Acessar:

  1. Acesse o site: ESGpec - Despertar Regenerativo

  2. Clique em "Acesso Livre para Produtores": No menu do Projeto Despertar Regenerativo.

  3. Preencha o Formulário: Clique em ACESSO LIVRE PARA PRODUTORES e complete as informações necessárias para adesão.

  4. Receba o Acesso: As instruções serão enviadas por e-mail e pelo WhatsApp.


Garanta já o seu acesso gratuito ao BEA Score e faça parte dessa transformação sustentável na pecuária leiteira!

Comments


bottom of page